Segmento

Veja também

Artigo

Desafios do bioplástico

10 de maio de 2010

 


Um estudo da indústria petroquímica Frost & Sullivan  mostou que apesar do desenvolvimento tecnológico permitir o aumento do desempenho dos bioplásticos, os fundos de investimentos ainda não reconheceram o potencial do setor e os processos para a sua reciclagem ainda não estão estabelecidos. 
  
Para a Frost & Sullivan, as fabricantes de bioplásticos estão em um momento de transição entre as pesquisas e a comercialização dos produtos. A descoberta de materiais mais diversificados também está permitindo que as empresas expandam o bioplástico para novos usos.


Em 2008, o mercado de bioplástico obteve € 570 milhões em receitas. A Frost & Sullivan espera crescer para € 1,1 bilhão em 2015.
 
O material está sendo usado para a fabricação de plásticos para a engenharia de alta performance, devido à melhorias na produção. Esta evolução também tem ajudado a criar alternativas de bioplásticos para as indústrias automobilística e eletrônica, além das embalagens, que tem sido o uso dominante bioplástico.
 
O estudo aponta que o principal desafio a curto prazo para as empresas que realizam pesquisas com bioplásticos é encontrar financiamento para a expansão do projeto, o que ainda é uma conseqüência da desaceleração econômica mundial, devido à crise de 2008 e o principal desafio a longo prazo é a melhoria da infra-estrutura do pós-consumo dos bioplásticos. 
 
Se eles forem colocados no fluxo de reciclagem e se misturarem com plásticos convencionais, irão contaminar o material reciclado. Nas instalações onde as máquinas são capazes de identificar os bioplásticos, eles acabam indo no fluxo de lixo. Além disso, o material ainda não tem escala suficiente para conseguir um financiamento de pesquisas na sua reciclagem.


A solução para o pós consumo de bioplásticos é a compostagem - geralmente em ambientes industriais - mas, novamente, a infra-estrutura mundial de compostagem industrial é reduzida. Uma terceira solução, comenta o estudo, é a incineração, que também dependa da criação de uma infra-estrutura básica.


<< Voltar  
 
Eber Bio2